[Poema] Indecisão de uma mente confusa


As vezes eu preciso de um banho quente para silenciar minha mente,
Mas não fica em silencio por muito tempo.

As vezes eu preciso ficar sozinha para me sentir bem,
Depois de um tempo me sinto uma reclusa.

As vezes eu preciso falar para me sentir sociável.
Mas a verdade é que eu prefiro que se afastem.

As vezes eu preciso de uma boa musica para relaxar,
Mas parece que aquela musica nunca chega!

As vezes aprecio a solidão,
E depois descubro quantas coisas podem ser feitos com ela.

Eu sou uma mente confusa, que não sabe o que quer.

Aline C. Duarte

28/08/2014


-->

Comentários

  1. Enquanto lia os seus versos pensei em Cecília Meireles com "Isto ou aquilo"!!!
    É sempre assim, não é?! Essas 'dualidades' que nos persegue!! rs

    Beijos!!!

    Parabéns pelo belo poema!!!^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Suzana! Pois é... kkk Necessitamos dos dois lados da moeda, só não precisavam ser nos mesmos momentos, não é?

      Obrigada pela visita, Beijos

      Excluir
  2. Respostas
    1. hahah que bom saber que não sou a única assim.
      Obrigada pela visita ;)

      Excluir

Postar um comentário

Primeiramente obrigada pela visita, se quiser deixe seu comentário aqui.

- Por favor, comente sobre a postagem;
- Se você tiver um site, blog, etc, não comente apenas "seguindo, segue também?", comente sobre a postagem e deixe o link, saiba como aqui, se eu gostar, eu sigo;
-Não aceito comentários ofensivos, apenas construtivos;
-Todo comentário obsceno, ilegal, ofensivo e/ ou escrito todo em letra maiúscula, será apagado
-Se precisar de ajuda, procure deixar o máximo de informação possível;

Se você gostou do blog, ajude a divulgá-lo, é simples! Obrigada pela visita.

Postagens mais visitadas deste blog

[Dicas de Bodas] Cartas "Abra Quando..." DIY

[Dicas de Bodas] Bodas de namoro- 1-2 anos DIY

[Dicas de Bodas] Bodas de namoro- 2 anos