leitura

título

25 setembro 2013

Poema: Desde que nasci!

Desde que nasci




Desde que nasci, 
meu coração já te pertencia.

Meu corpo, minha alma,
cada pedacinho de mim te pertencem até a eternidade.


Assim como as ondas pertencem ao mar,
a unha pertence à carne!

Ass.: Aline C. Duarte
Pense. Repense. Quantas vezes forem necessárias.
24/09/2013

Aline C. Duarte



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Primeiramente obrigada pela visita, se quiser deixe seu comentário aqui.

- Por favor, comente sobre a postagem;
- Se você tiver um site, blog, etc, não comente apenas "seguindo, segue também?", comente sobre a postagem e deixe o link, saiba como aqui, se eu gostar, eu sigo;
-Não aceito comentários ofensivos, apenas construtivos;
-Todo comentário obsceno, ilegal, ofensivo e/ ou escrito todo em letra maiúscula, será apagado
-Se precisar de ajuda, procure deixar o máximo de informação possível;

Se você gostou do blog, ajude a divulgá-lo, é simples! Obrigada pela visita.