[Contos] Sonhos Distantes [parte 2]

O primeiro dia em que Amanda visitou Mike em sua casa foi um sábado à tarde. Mike mais seu irmão Roberto, seu primo Jonas e mais um amigo, Matheus, estavam jogando ping-pong. Seus pais também estavam presente, senhor Charles e senhora Célia Leite. Assim que Amanda foi apresentada aos amigos íntimos de Mike e seus pais, ela juntou-se a eles. 


Os pais de Mike se encantaram com a menina meiga, educada e atenciosa com seu filho. Mike vendo a reação de seus pais logo buscou uma pasta de capa preta com seus desenhos favoritos. Além de animais como tubarões, sua maior paixão, rostos femininos e personagens criados por ele. Mas como os pais de Amanda não sabem de seu grande amor ela precisa ir embora. Seu dia mágico acaba ela pega sua bicicleta e vai para sua casa, feliz da vida.


A semana passa, nos final de semana ela "bate cartão" na casa dele para a alegria de ambos e dos pais dele que admiram ela a cada dia mais. Mike está realmente apaixonado por ela e a respeita muito. Ela preserva sua virgindade ainda, pois sua família e seus ensinamentos são "das antigas". 

Passam momentos maravilhosos juntos, mesmo na escola, na casa dele e apenas nos beijos. Era um domingo nublado e Amanda jogou sua desculpa de ir à lan house perto da escola para ver seu amado, seu anjo. Mike estava dormindo e seu pais, Charles, a recebeu e a convidou para entrar, ela deixou sua fiel escudeira e companheira bicicleta, e entrou pela porta da sala e sentou-se no sofá. Mike entra em seguida. Conversam um pouco e se beijam. Falando nisso era o que os dois faziam de melhor. Até que...

-Vem para o meu quarto?

"Como assim 'vem para o meu quarto?" pensou Amanda. Disse então: o que vamos fazer lá?- uma pergunta idiota, mas que fazia sentido já que ela não faria nada sexual até estar preparada.

-Eu quero te mostrar uma coisa. 

Novamente pensou "mas o que será?" prevendo que fosse algo que ela não queria naquele momento estava com medo.

-Não sei, melhor não.
-Tudo bem, não vou forçar nada- disse cabisbaixo.
-Não pode me mostrar aqui?- perguntou ela cheia de curiosidade. Ele levanta e coloca uma música para tocar no radio ao lado da TV, vai em direção a ela e a tira para dançar. Meio louco? Não, romântico!


Eles dançaram a musica toda, então ele pega em seu pescoço e a arrepia, sua mão está um pouco gelada, e a beija. A música entra por seus ouvidos e aguçam seus sentidos, o beijo fica melhor a cada minuto, mais doce, mais macio, mais apaixonado. "Foi mágico" pensou ela. "Eu quero essa garota para sempre", pensou ele.


-Espere aqui- diz ele. Ela assente. Foi verificar se seus pais ainda estavam dormindo. Ele volta com uma caixa nas mãos, pequena e de veludo. Não, não era uma aliança.
-Antes de falar com seus pais, preciso saber sua opinião- Ela ficou surpresa. -Você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Sei que estamos juntos apenas há 3 meses, mas eu sei que eu te amo, minha princesa.
-Esse tempo que estamos juntos foi o tempo necessário para nos conhecer, nos amar e nos apegar. Eu sei que meus pais vão dizer, eu não me importo. - Mike tomou coragem e inspirou profundamente e...
-Amanda Angel, meu anjo, minha princesa, você quer namorar comigo?- Amanda então pensa um pouco e...
-Meu anjo, meu príncipe, eu aceito ser sua namorada- Dão um longo beijo ao som da música que ainda tocava naquela hora no radio, ainda estava ligado.


Os pais de Mike acordaram e começaram a preparar o café da tarde nesse momento começa a chover e Amanda recebe uma ligação de seu pai, preocupadíssimo.

-Filha, pelo amor de Deus, onde você está? Liguei para a lan house que você frequenta e disseram que você saiu de lá cerca de uma hora!
-Pai, calma, eu estou na casa de uma amiga, assim que parar de chover eu vou para casa, pode ser?
-Pode né? Fazer o que? Beijos minha princesa, te amo!
-Beijos pai, também te amo. - Ela desliga o celular e olha para ele com alegria- Vou ficar mais um pouco aqui!
- Que bom, está com fome?

Seguiram até a cozinha e tomaram café juntos, os quatro.

-Então meu filho, quando vai pedir a mão dessa linda jovem em namoro?- a mãe de Mike pergunta a ele.
-Já pedi- respondeu Mike, -vocês aprovam?
-Claro que aprovamos meu filho- responde Charles. -Então só faltam seus pais Amanda.
-É, espero que eles sejam pacientes quanto a isso- disse ela.
-Você é a menina mais linda, simpática e inteligente das "namoradas" antigas de Mike- diz o pai de Mike abafando risos.
-Ah pai, obrigada por falar das minhas ex-namoradas para a Amanda...
-Ela precisa saber onde ela está no nosso conceito filho- diz Célia.

Elas arrumaram a mesa enquanto os rapazes lavaram a louça. Depois que terminam vão juntos para a sala de aula e começam a assistir filme de comédia romântica. Mas no meio do filme para de chover e então o pai de Amanda liga novamente para lembra-la de voltar para casa.

-Foi muito bom passar a tarde com vocês, até semana que vem senhor e senhora Leite.
-Se cuide menina, e venha quando quiser, mesmo que Mike não esteja em casa- disse Célia.
-Até mais Amanda, se cuide- diz Charles.

Mike e Amanda vão até o portão ele pega a bicicleta dela e a entrega.

-Te amo minha princesa, cada dia mais.
-Eu também te amo, meu príncipe. - Se beijaram pela ultima vez e ela seguiu seu caminho.

Na casa dele:

-Ela é uma boa moça, gostamos dela Mike, onde a conheceu?- Pergunta Célia.
-Na escola. Eu fui até lá a tarde para ver alguns amigos e uma amiga dela perguntou se eu queria ficar com ela, depois que a vi aceitei.
-Porque se interessou por ela filho? Ela parece ser uma menina de bem, ela não é que nem as suas antigas namoradas ou sei lá o que vocês eram.
-Por que eu a usaria? A magoaria? Eu gostei dela desde a primeira vez que a vi. Seu jeito meigo, tímido e calmo de ser me encantou.
-Entendi. Eu vou tomar banho meu filho, preciso ir dormir cedo hoje, acordo amanha às cinco horas.
-Tudo bem mãe. Boa noite. Boa noite pai!

Na casa dela:

-Boa noite família!
-Isso são horas moçinha? Onde esteve?
-Calma pai, eu fui na lan house e depois na casa da minha amiga e começou a chover. Eu não ia ficar muito tempo lá.
-Hum, sei, compreendo. Sua mãe estava deitada com enxaqueca novamente, tome um banho para se esquentar, está com fome?
-Não, depois que você desligou tomamos café da tarde. Estou bem.
-Seu material está arrumado? Seu uniforme está pronto para usar amanha?
-Pai?
-O que houve meu anjo?
-Você parece a mamãe.
-Eu ouvi isso, heim?- grita Patrícia do quarto. Os dois riram.

Aline C. Duarte
Contos: Sonhos Distantes 2013

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[Dicas de Bodas] Cartas "Abra Quando..." DIY

[Dicas de Bodas] Bodas de namoro- 1-2 anos DIY

[Dicas de Bodas] Bodas de namoro- 2 anos