leitura

título

01 agosto 2013

Música do dia: Crawling- Linkin Park

Bom dia!!


Uma música q eu conheci muito tempo depois da minha fase emo,
mas que diz muito a repeito da época.

Crawling





Crawling in my skin,

These wounds they will not heal,

Fear is how I fall,

Confusing what is real


There's something inside me that pulls beneath the surface,

Consuming, confusing,

This lack of self control I fear is never ending,

Controlling

I can't seem

To find myself again,

My walls are closing in,

(Without a sense of confidence,

I'm convinced that there's just too much pressure to take)

I've felt this way before,

So insecure


Crawling in my skin,

These wounds they will not heal,

Fear is how I fall,

Confusing what is real,


Discomfort endlessly has pulled itself upon me,

Distracting, reacting,

Against my will I stand beside my own reflection,

It's haunting,

How I can't seem,

To find myself again,

My walls are closing in,

(Without a sense of confidence,

I'm convinced that there's just too much pressure to take)

I've felt this way before,

So insecure...


Crawling in my skin,

These wounds they will not heal,

Fear is how I fall,

Confusing what is real...


Crawling in my skin,

These wounds they will not heal,

Fear is how I fall,

Confusing what is real...


There's something inside me that pulls beneath the surface,

Consuming,Confusing what is real...

This lack of self control I fear is never ending,

Controlling, Confusing what is real...



Rastejando




Rastejando dentro da minha pele

Estas feridas, eles não curarão

Medo é o que me derruba

Confundindo o que é real


Há algo em mim que me puxa pra baixo da superfície

Consumindo, confundindo

Esta falta de auto-controle eu temo que nunca acabe

Controlando

Parece que não consigo

Me achar novamente

Minhas paredes estão se fechando

(Sem um senso de confiança

estou convencido que há muita pressão para aguentar)

Eu me senti desse jeito antes

Tão inseguro


Rastejando dentro da minha pele

Estas feridas, eles não curarão

Medo é o que me derruba

Confundindo o que é real


Desconforto eterno se possuiu em mim

Distraindo, reagindo

Contra a vontade eu fico do lado do meu próprio reflexo

Está assombrando

Parece que eu não consigo

Me achar novamente

Minhas paredes estão se fechando

(Sem um senso de confiança

estou convencido que há muita pressão para aguentar)

Eu me senti desse jeito antes

Tão inseguro


Rastejando dentro da minha pele

Estas feridas, eles não curarão

Medo é o que me derruba

Confundindo o que é real


Rastejando dentro da minha pele

Estas feridas, eles não curarão

Medo é o que me derruba

Confundindo o que é real


Há algo em mim que me puxa pra baixo da superfície

Consumindo, confundindo

Esta falta de auto-controle eu temo que nunca acabe

controlando, confundindo o que é real

Vídeo: youtube
Letra: Vagalume

Pense. Repense. Quantas vezes forem necessárias. 
Aline C. Duarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Primeiramente obrigada pela visita, se quiser deixe seu comentário aqui.

- Por favor, comente sobre a postagem;
- Se você tiver um site, blog, etc, não comente apenas "seguindo, segue também?", comente sobre a postagem e deixe o link, saiba como aqui, se eu gostar, eu sigo;
-Não aceito comentários ofensivos, apenas construtivos;
-Todo comentário obsceno, ilegal, ofensivo e/ ou escrito todo em letra maiúscula, será apagado
-Se precisar de ajuda, procure deixar o máximo de informação possível;

Se você gostou do blog, ajude a divulgá-lo, é simples! Obrigada pela visita.